29 agosto 2016

E olha lá, não me fazes aqui umas horinhas?

   Heyy loves, tudo bom com vossas mercês? Claro, neh? Para estarem aqui lendo isto devem estar mesmo a um danoninho de se jogarem de uma ponte ;) Mas nem tudo tem de ser mau! Por exemplo, se quiserem jogar-se de uma ponte, venham à minha cidade, flores: há no mínimo umas três :D E antes passam um pouco de tempo comigo para perder a fé absoluta na Humanidade ♥ Um cafézinho, que dizem, flores?
   Bom, agora sem brincadeiras u-u Venho-vos falar de outro problema que talvez todos os jovens notem agora, creio: o desmame dos patrões que vêem os empregados todos a dar o fora para gozar uma só semana de Setembro :) Eu nem faço a menor das ideias de como isto funcionará nas outras regiões do país, mas crianças, a coisa no Algarve está negra.  


   Tudo o que é retardado o suficiente para se dar comigo está a trabalhar, ou pelo menos quase tudo o que lixou tudo, porque este Verão coincidiu com uma alturas de decisõs difíceis que dei por mim a ter de enfrentar sozinha :D, mas em Setembro, só um é que vai continuar a limpar esplanadas :'D e ninguém consegue imaginar a festa descarada que eu faço por isso ;u;
   Agora, quem não acha piada a isto tudo são os patrões. Mas é que nem um com que eu me cruze por aí. E de súbito tenho aqueles que já nem trabalham há coisa de um mês a receber chamadas e a serem implorados para fazerem «quatro noites», ou «umas horinhas» ... tudo pago, claro, mas isto brinca-se? u-u Bom, a ver.
   Por mim tudo bem, porra, aguentei um Verão inteiro à espera daqueles atrasos, então que é um dia ou outro sem este ou aquele para sair? Enquanto a coisa não chegar até mim ... Oh, mas chegou! O problema chegou até mim, deu-me uma estalada e quase me trancou atrás de um balcão por umas horas, se pudesse. Sem exageros, crianças, sem exagero.
   Há na cidade uma "empresária", uma exploradora de cadeias de cafés e lojas de souvenirs, todo o tipo de coisa para fisgar o turista e deixar o pamonha local satisfeito - ou seja, incoming profit all day, bitches !! 
:iconsuperw00tplz:
   A dita senhora gere um café, bem conhecido entre a população como sendo o maior antro de esplanadores cá da área e por pouco que bate o antro de bêbados que cresce no Inverno sob os tectos da Praça, e a dita senhora empregou metade rigorosa de amigos meus. Muitos entraram e saíram e entraram outra vez, enfim, outros já deram o fora, mas de algum modo toda a gente acaba lá metida de novo. '-' Nem perguntem, a gente não sabe.
   Uma linda e solarenga tarde em que eu finalmente arranjei uma saída bem decente com uma amiga que trabalha na freguesia ao lado, liga-me uma outra amiga trabalhando no dito café. «Olha lá, estás aqui perto?» , e isso chega para se perceber o que passa.
   A coisa ficou tão séria - eu dizendo que nem para levantar o garfo trabalhava naquela tarde, ela choramingando que estava sozinha de esplanada e balcão - que eu e a outra acabámos por passar por lá (vale que era de caminho ò-ó ). Então, mal eu entro, senti amor envenenado como nunca antes: era eu, era eu!, a moça perfeita para trabalhar ali - a outra não que já estava empregada - , mas eu ...! Senhor Jasus, santo Cristo, que nunca na terra parecia ter pisado ser mais apto para carregar bandejas. E eu, com o meu sorriso que mais dizia era «deixem-me ir, porra :)», tive de fazer a desfeita à patroa. E antes que me chamem besta, entendam o meu lado: gente, eu consegui sair com alguém ;-;
   Ah, e quando a minha amiga começou ali contando à patroa que eu tinha trabalhado um mês numa lojinha sem receber patavina, e eu digo que os meus pais não me autorizam a trabalhar em cafés e restaurantes, a nobre senhora patroa vira-se e larga uma pérola de sabedoria =u= Porque, escutem bem, flores:
«Trabalhar em lojas é igual a trabalhar num café»
- com amor, a patroa ali da esquina ♥


   Não é, repito, não é nada que se pareça! Por amor de nosso senhor que a alguém valha, nunca me digam uma coisa dessas! Este Verão, aprendi a ganhar ainda mais respeito pela malta empregada nos cafés, e mais: percebi que a gorjeta - especialmente vinda de nós, tugas mais forretas que o Scrooge -, significa muito ♥ Portanto lembrem-se que, vão vocês de férias ou estejam na vossa terrinha linda e maravilhosa, abram o coração e a carteira, senão não funciona ao pobre do empregado :') Ajudem lá o moço a pagar as aulas de condução pah xD 


:iconminghideplz:    tudo quanto sei é que bem podia ter feito dez paus trabalhando ali na clandestinindade naquelas quatro horas sem que os meus pais dessem por isso 'u' se não me matassem eles ao descobrir, matava-me a outra com quem saí. Vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário