22 agosto 2016

~sweet sixteen~

   Antes de mais, queria agradecer a todos os que me deram os parabéns! ;u; Porque sim, recentemente cheguei aos 16 anos a batalha que foi este verão por eu querer trabalhar e não me deixarem ._., mas digo-vos: nunca eu fui daquelas pessoas que passou a vida a correr à espera desta idade quanto muito que venham já os dezoito a ver se dou o fora desta espelunca neh?
   Os famosos dezasseis nunca me pareceram grande aparato; nunca fui de entender estas coisas de "oh meu Deus! Sweet Sixteen!!♥♥". Parecendo que não, os dezasseis anos só me trazem trabalho, flores c: Querem ver como vos falo verdade?

1. Sou agora criminalmente imputável
   já reparei que, quando alguém faz dezoito, é costume de todo o santo tuga dizer que «já podes ir de cana! :D» (ok, gente normal diz ir preso(/a), mas deu-me na telha dizer assim, está bom? u.u) Juro-vos, prestem só atenção! Mas apesar de tudo o que se pensa, não: não sei se costumava ser assim no tempo da outra senhora, mas já não é. Com dezasseis, qualquer fora-da-lei pode ir dentro (: Mas não se preocupem, porque ...

2. Nós nem temos idade *legal* para fazer muita porcaria
   na teórica, nós nem temos idade para muitas porcarias que por aí se poderiam fazer: beber (pelo menos comprar bebida) é aos dezoito, fumar (ou comprar tabaco, digamos) é igual, tirar a carta de carro o mesmo ... portanto, qual a hipótese de me meterem a mim ou a qualquer outro pito de dezasseis anos atrás das grades? Por andar a fumar enquanto conduzimos bêbados um carro em contramão? Bem ... eu não conheço ninguém que ande por aí a fazer isso ... Não, parece que só mesmo matando alguém ... .u.

3. Tenho idade para trabalhar, mas a permissão dos pais pode faltar (:
   Eu passei por isto este Verão. Eu estou em Artes, como já falei, e o investimento no material é premente e sairá mais caro do que quando íamos ao chinês comprar os lápis de cor para a primário; por isso tinha pensado este Verão em esbarrar algum do meu tempo a trabalhar, coisa que mais ou menos fiz. Trabalhei por um mês com uma tia minha num horário irregular que em média perfez um bom mês em part-time. Família é família, e nem contava com nada de início, mas tratavam-me como empregada, e eu comecei a sentir-me como empregada .u. Foi um mês em que ganhei dez euros, e isso dá para uma semana de refeições na escola. Escusado será dizer que os meus pais nem me querem sonhar a trabalhar em cafés, e se eu o fizesse, eles bem poderiam ir lá e desligar-me os sonhos (; 


   Crianças, eu entendo o lado dos meus pais: a minha urgência em ter uma certa independência económica parece apelar para um certo afastamento, mas não é isso que eu quero! Já tive desentendimentos devido às minhas escolhas quanto ao material que comprei ao longo do ano, e por isso custa-me ouvir que «sempre que precisares de alguma coisa [dinheiro e afins], basta pedires que nós não somos nenhuns pobrezinhos» para depois levar com negas ao longo do ano porque «estamos um tanto pobrezinhos».
   Como for, eu ganhei muita experiência e aprendi muito este Verão: chega de borlas à família!  Nunca. Mais.
   ahahahah brincadeira, vejam-me para o ano na loja da minha avó xD
   Para vocês mais novos que eu caso haja alguém lendo 'u' uma pessoa tem de ter esperanças, fica o conselho: não se portem como donos do mundo mal façam dezasseis (: Sirvam para alguma coisa para a vossa comunidade, não esperem que a comunidade vos sirva a vocês ~ Cuidem-se ♥
:iconyeahplz:

Sem comentários:

Enviar um comentário