25 setembro 2016

Às criaturas usadas e outros que tais

   Vá, e daí que agora só pensas que ninguém te quer pelo que és? Que és tu que não serves de muito, que és tu que não tens valor nenhum ou coisa alguma? Pois deixa que te diga que não, que isso está incorrecto, que não é por um retardo qualquer ter descartado a caixa de gelado inteira que o gelado não é bom para todos os outros: porque no fundo, tudo se resume a ingratos que não dão valor à caixa de gelado que têm, e que não percebem que se só querem é provar, que deviam era ir à geladaria ali na esquina que oferece amostras de graça.
   Porque, sejamos honestos, não há necessidade nenhuma de deixar o gelado a descongelar e a estragar-se todo para o próximo que o quisesse para se abraçar ao seu balde e valorizá-lo e dar graças por nos momentos mais negros ter o gelado.

Resultado de imagem para sad crying gifs

   Talvez não seja o melhor, comparar-nos com um gelado meio derretido deixado ao sol, mas a verdade é que, tal como o famoso gelado, quando voltarmos a congelar, já não teremos a mesma forma: o conteúdo é - sem dúvida! - o mesmo sabor original, mas as colheradas saem mais dificilmente, parecemos mais ásperos e frios, cobertos de cristais de gelo, de aparência mais rebuscada e agreste. Mas continuamos gelado, por amor de São Frodo!, apenas tivemos de endurecer um pouco porque uma persona non-grata nos negligenciou.
   Sim, eu sei que custa: por muito tempo achamos que merecíamos ser deixados ao sol, porque convenhamos que não somos nenhum espécime da Carte D'Or e estamos ali a rasar nos calcanhares da Olá, e nem somos tão gostosos quanto isso. Mas não, porra! A gente é edição limitada da Häagen-Dazs, e tem quem pode. Nunca se esquecem disso, e mais importante ainda: não é toda a colher suja que toca no divo de um häagen-dazs, por isso dêem-se ao respeito. quer dizer, vocês lá escolhem as colheres que vos comem, não me batam :V
   O que quero dizer com tanta moca, meus inesistentes bens, é que vocês - nós - merecemos sempre o melhor. Custa-me ver como a vida é cabra e lixa sempre as melhores pessoas e nos torna em trastes deploráveis iguais aos outros como fez comigo e com a maioria das pessoas que por aí deambulam onde eu vivo; por isso, vamos dar-lhe o lindo de um pirete e ser todos excepções à regra, porque como o gelado, nós temos o direito a ser venerados se há coisa que aprendi com todas aquelas petas intrujadas nos contos infantis, é que
há que beijar muitos sapos até darmos de caras com algum príncipe. 
   Amem-se. ♥

Sem comentários:

Enviar um comentário